Advanced Software for Construction

Tekla software solutions for structural engineering and building information modeling drive the evolution of building information modeling, improve construction information workflows and provide competitive edge to their users. The solutions are used for realizing projects around the world, from housing and bridges to factories and skyscrapers in the construction and structural and civil engineering. Using the accurate, rich model information serves the entire construction workflow. Tekla software is produced by Trimble.

Tekla personnel 1976Na metade da década de 1960, o uso de computadores e o processamento automático de dados já eram costumeiros na Finlândia. Empresas que operavam com computação de engenharia avançada também tinham adotado o ADP (processamento automático de dados).

Devido ao volume cada vez maior de trabalho com computação e à falta de recursos, um grupo de escritórios de engenharia fundou uma empresa conjunta de software. Denominada Teknillinen laskenta Oy ("computação técnica"), a companhia foi registrada em fevereiro de 1966. Na primavera do mesmo ano, seu nome comercial foi abreviado como Tekla. O primeiro escritório da Tekla ficava em Helsinque, na Finlândia.

A base das operações da Tekla foi definida como consultoria em ADP, serviços de computação, treinamento e desenvolvimento de software. Seis comitês de planejamento foram formados em 1967 para essa última finalidade, representando os diversos setores das empresas acionistas. A meta dos comitês era definir as características do software comum em cooperação com os funcionários da Tekla.
 
Na verdade, esses comitês criaram o modelo para a forma como a Tekla trabalharia no futuro: iniciando projetos para desenvolver novos programas em conjunto com os clientes.

 

Momentos marcantes

1966       

A Teknillinen laskenta Oy é fundada em Helsinque. Tekla é adotado como novo nome comercial. Reino Heinonen é nomeado diretor-gerente da empresa.

1968

O foco do desenvolvimento de software muda para engenharia estrutural, construção de estradas e terraplanagem.

1970

A Tekla abre uma conexão remota com o centro de computação da Nokia.

1972

A Tekla abre uma linha remota fixa para o centro de computação da Control Data Corporation em Estocolmo e conquista seus primeiros clientes escandinavos.

1973

A Tekla começa a computação por FEM (Método dos Elementos Finitos) e conquista clientes no setor de engenharia mecânica.

1976

São adotados o software plotador e a impressão gráfica.

1979

A Tekla adquire seu primeiro computador mainframe (Perkin Elmer).

1980

A empresa adota Tekla Oy como razão social.

1981

Todos os designers e programadores recebem um terminal alfanumérico próprio.

1986

A Tekla desenvolve tecnologia de banco de dados virtual: o uso de bancos de dados relacionais torna-se consideravelmente mais rápido.

1987

São finalizados os primeiros sistemas bem-sucedidos da Tekla que combinam elementos gráficos e um banco de dados relacional.

1988

A Tekla começa a desenvolver suas próprias ferramentas técnicas, "kits", para desenvolvimento de software.

1989

Todos os novos projetos de desenvolvimento de software da Tekla mudam para o ambiente Unix usando uma ferramenta técnica da própria empresa (GISbase). 

1990

É lançado o primeiro produto X da Tekla, o Xroad, para planejamento de estradas, seguido pelo Xcity, para planejamento urbano.

1991

O sistema de informações em rede Xpower, para empresas de serviços de eletricidade, é seguido por um sistema semelhante para empresas telefônicas: o Xcable.

1993

A versão comercial do software de engenharia de aço estrutural Xsteel é finalizada.

1995

O sistema de qualidade da Tekla ganha certificação.

1996

Uma subsidiária é aberta na Suécia. A transferência da Tekla para o ambiente Windows começa com o produto de software Xforest.

1997   

A Tekla finaliza seu primeiro aplicativo de tecnologia na Internet: o WebMap para municípios.

1998

O diretor-gerente de longa data da Tekla, Reino Heinonen, é sucedido por Seppo Ruotsalainen. A Tekla abre uma subsidiária na Malásia.

1999

A Tekla abre subsidiárias nos Estados Unidos, no Reino Unido, na Alemanha e no Japão.

2000

A Tekla é listada na Bolsa de Valores de Helsinque. Compra a empresa francesa SMRT, que se torna a subsidiária Tekla Sarl. Além disso, a Tekla abre subsidiárias na Noruega, nos Emirados Árabes Unidos e no Brasil, bem como um escritório de representação na China.

2001

A Tekla se desfaz de suas operações com Xcable, Xenvi e Xforest, e compra o negócio de sistemas de informações de clientes e serviços relacionados da empresa finlandesa Enfo Plc.

2002

Seppo Ruotsalainen renuncia em novembro e Heikki Multamäki é nomeado presidente e CEO em exercício da empresa. A Tekla introduz serviços de rede extranet e intranet desenvolvidos para empresas de energia.

2003

É adotado o ambiente de desenvolvimento de software Microsoft .NET.

2004

Ari Kohonen toma posse como presidente e CEO. O negócio adquirido à Enfo é vendido para a TietoEnator. Tekla Structures, um software de engenharia estrutural (baseado no Xsteel), é lançado.

2006

Aniversário de 40 anos da Tekla. A empresa abre um escritório de ligação na Índia.

2007

A Tekla vende seu negócio de Defesa baseado em projetos à Patria. A empresa abre um escritório na Dinamarca.

2008

Mais de 80% das vendas líquidas provêm de operações internacionais. A Tekla possui um escritório próprio em 12 países e uma rede mundial de parceiros. Os produtos de software e serviços da Tekla são usados em mais de 80 países.

2009

Em fevereiro, a Tekla Malásia abre um escritório de representação em Jacarta, na Indonésia; em julho, é a vez de Bancoc, na Tailândia. Mais de 16 mil licenças do Tekla Structures são vendidas globalmente.

2010

Mais de 18 mil licenças do Tekla Structures são vendidas globalmente. A Tekla tem clientes em quase 100 países. Em fevereiro, a empresa recebe o Prêmio de Internacionalização 2009 do Presidente da República da Finlândia. No mesmo mês, a Tekla abre um escritório em Cingapura para servir como hub do Sudeste Asiático.

2011

A Tekla se torna parte do Grupo Trimble.

2012

A Tekla é retirada da lista da Bolsa de Valores de Helsinque.

2013

A Tekla alavanca o trabalho da Trimble Buildings e da Trimble Infrastructure Division.

the_story_of_tekla

A Tekla desenvolve produtos de software baseados em modelos para o mercado de AEC (arquitetura, engenharia e construção), para governos locais e para empresas de energia. Nestes produtos, os usuários encontram recursos e funcionalidade de última geração para criar, analisar e modificar informações baseadas em modelos. A implementação destes produtos se torna possível devido à arquitetura e à plataforma de tecnologia própria da Tekla.

Os aplicativos da Tekla gerenciam grandes volumes de informações complexas. Essas informações apresentam um componente localizador geométrico multidimensional. Porém, elas não são gerenciadas por meio de um desenho, um mapa ou uma abordagem visual em 3D; em vez disso, são armazenadas em um modelo de dados.

As vantagens da abordagem envolvendo um modelo de dados são evidentes: evolução do modelo de dados, acesso por vários usuários, disponibilidade em outros aplicativos e outros requisitos importantes são facilmente atendidos. Visto que um suporte suficiente ao componente de localização e geometria das informações não estava prontamente disponível nas ferramentas de modelo de dados, a própria Tekla se encarregou de boa parte do desenvolvimento nessa área.

Como as informações baseadas em modelos são usadas

Uma forma de demonstrar as vantagens da abordagem baseada em modelos é examinar a evolução de um modelo de dados. Por exemplo, durante a última década, tornou-se cada vez mais necessário oferecer suporte à dimensão do tempo no modelo 3D do design para construção. Devido à natureza flexível dos modelos de dados, foi bastante simples adicionar a quarta dimensão. Outra tendência é o papel crescente das informações sobre custos como uma espécie de "quinta dimensão".

Os avanços nas tecnologias de comunicação tornaram, em primeiro lugar, possível e, em segundo lugar, necessária a colaboração entre pessoas e empresas que trabalham em um mesmo projeto. A abordagem baseada em modelos favorece prontamente esse aumento na produtividade por meio da capacidade natural de criar novos modelos com base nas informações combinadas de diversas fontes de dados. O compartilhamento de modelos ou o intercâmbio de alterações em um modelo são serviços integrantes dos sistemas baseados em modelos.

Por fim, a integração de diferentes sistemas de informações é impossível sem interfaces claras de acesso às informações e aos serviços relacionados. Para um modelo de dados, esses requisitos são preenchidos através da funcionalidade padrão.

Arquitetura do software Tekla

Implementar um sistema baseado em modelos que gerencie dados financeiros ou informações sobre clientes é relativamente fácil, pois há muitas ferramentas para criar esses aplicativos horizontais. Contudo, para muitos mercados verticais, como aqueles com os quais a Tekla trabalha, não há ferramentas disponíveis, ou elas oferecem desempenho ou recursos insuficientes.

Para ser capaz de sustentar toda a funcionalidade necessária no nível de desempenho exigido também com modelos grandes, a Tekla projetou uma arquitetura de software que combina tecnologias disponíveis com outras feitas sob medida.

A base é a tecnologia .NET da Microsoft e as respectivas ferramentas de desenvolvimento. O .NET fornece um vasto número de serviços básicos de desenvolvimento de software e propicia o mais alto nível de produtividade disponível para a Tekla e seus parceiros. Ele é também o padrão da indústria para a interconexão de aplicativos para desktop.

A plataforma de tecnologia da Tekla, Tekla Technology, oferece as ferramentas necessárias à abordagem baseada em modelos. O modelo de dados precisa operar de maneira inteligente e manter total integridade o tempo todo; as mudanças feitas nele precisam ser visualizadas imediatamente. Por exemplo, quando o perfil de uma viga em um modelo estrutural é modificado, as alterações precisam ser propagadas para diversas conexões e outras partes no modelo.

Garantir que o modelo sempre se comporte conforme exigido, sem atrasos, é o que os clientes esperam da Tekla. Manter essa promessa permite que nossos clientes alcancem os níveis de produtividade e qualidade necessários para se manterem competitivos em seus campos de atuação.