Caro e ineficaz: Porque é hora de descartar os desenhos em papel.

Programas de fluxo de trabalho estruturais baseados em BIM digitais estão tornando os desenhos 2D obsoletos. Eles permitem que os engenheiros façam mudanças ao vivo e compartilhem  conteúdo, economizando  tempo, dinheiro e recursos.

Caro e ineficaz: Por que é hora de abandonar papel e desenhos 2D?

O uso de modelos 3D aumenta a produção, economizando tempo,  materiais  e custos de mão-de-obra. Então, por que tantas pessoas ainda usam papel ou desenhos 2D? Vamos  dar uma olhada em algumas razões pelas quais o papel e o PDF ainda são tão populares e por que mudar para um projeto baseado em BIM é melhor.

Velhos hábitos são difíceis de morrer

Uma razão significativa para manter a documentação 2D ou desenhos em papel é uma resistência instintiva à mudança. Quando você está usando um sistema durante toda a sua carreira, é mais confortável continuar usando o que você sabe. Como uma exemplo disso, pense no tempo que levou para sistemas CAD automatizados substituirem desenhos manuais.

No entanto, os primeiros adotantes do BIM insistem que a modelagem 3D é o caminho a seguir. Basta perguntar a Øystein  Ulvestad  da  Sweco Noruega experiente em vários projetos baseados em modelos, como o da ponte Randselva  na Noruega.

"Originalmente começamos a entregar modelos BIM para uso no canteiro de obras porque não tínhamos engenheiros suficientes para terminar todos os desenhos necessários no projeto a tempo. Descobrimos então que essa forma de trabalhar dava uma melhor compreensão do escopo para o contratante. Também nos deu um controle muito melhor dos quantitativos e poderíamos mudar nosso projeto muito mais rápido quando necessário.

Também descobrimos que a colaboração entre países é muito mais fácil do que costumava ser, já que um modelo BIM praticamente parece o mesmo em qualquer país. O idioma não é uma barreira.

Ainda assim, a maior vantagem do projeto baseado em modelos é que ele permite o uso de projeto paramétrico. (O uso do projeto paramétrico, permite programar o computador para fazer projetos baseados em uma ou mais regras).

Para estruturas complexas como a ponte Randselva  com muito trabalho repetitivo, o projeto paramétrico é um enorme fator de economia de tempo. Ele também garante consistência na qualidade,  flexibilidade e a capacidade de reutilizar nosso projeto sem esforço na próxima construção semelhante.

A Noruega como contratante já está exigindo projetos livres de papel."

Obrigação contratual

Muitos engenheiros que desejam usar modelagem 3D ainda estão contratualmente obrigados a  produzir documentação de desenho 2D (PDF). No entanto, os modelos 3D são mais fáceis de compartilhar com todos os envolvidos no projeto, incluindo a equipe de campo. Fazer alterações nos desenhos 2D requer muito trabalho manual e memória para ser eficiente ou completamente preciso. Em contraste, os modelos 3D podem conduzir atualizações automáticas de todas as respectivas documentações de alterações podem ser compartilhadas instantaneamente.

Quanto mais desenvolvido, melhor

Modelos 3D construíveis digitais trazem clareza a um projeto. Quanto mais desenvolvido e preciso for o modelo, menos RFIs e trabalho com suposições a equipe de construção terá. Modelos altamente desenvolvidos permitem que a equipe de engenharia e construção compreenda completamente as condições complexas em três dimensões através do processo de construção primeiro, virtualmente, antes do início dos trabalhos no canteiro de obras. Quantidades precisas de material podem ser encomendadas antecipadamente e entregues conforme o cronograma de uso, o que reduz o desperdício e economiza dinheiro. 

Isso é verdade para projetos de todos os tamanhos. A empreiteira Wayne Brothers  foi capaz de rever a colocação de armaduras em um modelo, e tê-las fabricado e enviadas para o canteiro de obras em duas semanas. Com o BIM, esse processo foi duas vezes mais rápido que o método 2D tradicional, o que resultou na conclusão do projeto antes do previsto.

Construção sem interferências (clashes) devido a colaboração baseada em modelo

Luminary, localizado na Finlândia, é um edifício alto e multiforme  com exigências de tolerância muito rigorosas. Os desafios têm a ver com sua complexidade e o número de elevações, métodos de construção de edificios altos e as alterações de escopo dos futuros moradores. O sucesso se relaciona com projeto e colaboração baseados em modelos, bem como o compartilhamento e utilização dos dados do modelo no canteiro de obras.

O projeto foi bem sucedido devido ao seu projeto baseado em modelos de alta qualidade e precisão, colaboração perfeita e uso extensivo de modelos no canteiro de obras. A equipe de projetos foi capaz de trabalhar perfeitamente em conjunto utilizando e produzindo modelos precisos e de alta qualidade. Com o  Tekla Model Sharing,  os construtores e o fabricante de pré-moldados puderam acessar o modelo em tempo real de forma mais precisa e visual em comparação com um modelo IFC compartilhado.

Entre outros benefícios, a modelagem precisa possibilitou um layout de construção totalmente baseado em modelos para todas as estruturas pré-fabricadas e permitiu aos fabricantes transferir dados para seu sistema de gerenciamento de produção diretamente do modelo estrutural.

Como vimos, os fatos falam por si mesmos. Com o BIM você pode fazer alterações em minutos em vez de horas, cortar materiais para dimensões exatas e colaborar de forma muito mais eficaz. Se você quiser saber mais sobre como o BIM pode melhorar o seu negócio, entre em contato hoje.