Tekla abre novas oportunidades de negócios para a Polysius Vietnam

Utilizando o software da Tekla, a empresa de engenharia Polysius Vietnam Ltd. projeta, agora, usinas de cimento para o mundo, não apenas para o Vietnã.

Por que a Tekla?

No Vietnã, a Polysius se dedicava a projetar e fabricar usinas de cimento em todo o país e utilizava software tradicional de CAD/CAM para projetos civis e estruturais. No entanto, em 2009, a Polysius Vietnam recebeu um pedido da sede na Alemanha para produzir modelos tridimensionais para algumas estruturas para facilitar a cooperação. Com isso, a empresa começou a procurar soluções de modelagem 3D. Isso a transformaria num concorrente do mercado mundial.

Após uma avaliação, a Polysius Vietnam escolheu o Tekla Structures por causa de suas vantagens sobre as soluções concorrentes de Modelagem de Informações de Construção (BIM), como a capacidade de combinar estruturas de aço e concreto num único modelo e sua compatibilidade com o PDMS, uma solução de software 3D para engenharia de instalações

A Polysius adquiriu sua primeira licença do Tekla e começou a treinar seu pessoal. Eles treinaram modelando edifícios e estruturas de usinas de cimento que a empresa já havia construído anteriormente. Foi só depois de se familiarizar com o software que a Polysius Vietnã percebeu o potencial da Tekla de ser um divisor de águas para eles.

Novas oportunidades de negócios 

"No início, nossa intenção não era usar o Tekla para projetar uma usina de cimento,” afirmou Roland Chudalla, Gerente Geral Adjunto da Polysius Vietnam. ““No entanto, à medida que nos acostumamos com ele, descobrimos que ele era uma maneira mais eficiente de projetar. Ele também abriu novas possibilidades para nós, permitindo projetar e construir edifícios ou estruturas completos e complexos para usinas de cimento.

Equipada com a Tekla, a Polysius Vietnam pode, agora, assumir novos trabalhos que, antes, eram complexos demais para eles. Isso significa que a empresa pode encontrar novas oportunidades de negócios em todo o mundo. 

Pedido da empresa de cimento Tabuk

A Polysius Vietnam evoluiu na hora certa. Em novembro de 2011, a Tabuk Cement Company, da Arábia Saudita, fez o pedido de uma usina de moagem de cimento completa à controladora ThyssenKrupp Polysius. O pedido contemplava todos os equipamentos do sistema de alimentação de clínquer para a fábrica de embalagem de sacos de cimento e as instalações de carregamento a granel.

A Polysius Vietnam foi designada para projetar seis edifícios da usina, entre eles o principal, que é o triturador de gesso. A empresa decidiu usar o software de BIM da Tekla os trabalhos de engenharia civil e estrutural. A conclusão da usina está prevista para 2013.

"Foi difícil projetar este edifício porque metade dele se encontra abaixo do solo,” explicou Chudalla. ““A parte acima do solo é feita de aço, ao passo que a estrutura subterrânea é feita de concreto. Outro complicador foi que a estrutura acima do solo deveria ser usada para abrigar máquinas pesadas. Foi um edifício muito complexo de projetar.

Poço, vergalhões e concreto: a Polysius incluiu o poço de escavação da usina no modelo do Tekla porque isso permitiu atingir facilmente a quantidade de escavação. Como o terreno era bastante simples, foi possível modelá-lo com facilidade.

A Polysius modelou os vergalhões com o Tekla e utilizou as informações no modelo: eles geraram os desenhos de detalhamento e a programação de dobra de barras a partir do modelo, mas como novatos na modelagem de vergalhões, precisaram de algum tempo. No entanto, eles já haviam percebido que as vantagens eram muito claras.

A equipe foi capaz de prever e evitar dificuldades na instalação de vergalhões e conflitos pontuais entre vergalhões e entre vergalhões e itens moldados no local. Eles puderam verificar se a disposição dos vergalhões era pertinente e exequível. A empreiteira simplesmente cortou os vergalhões de acordo com os desenhos da Polysius e instalou os vergalhões no local, sem precisar fazer grandes perguntas à equipe. “Achamos que, com a modelagem 3D dos vergalhões no nosso escritório, não deixamos nenhum problema para o pessoal do canteiro, como acontecia antes, quando usávamos o projeto 2D convencional,” afirmou o Sr. Nguyen Dinh Quan, chefe do departamento de engenharia da Polysius Vietnam.

Apenas cinco meses

Embora a complicada Usina de Cimento da Tabuk fosse o primeiro projeto que a Polysius realizou desde o início com o Tekla, eles conseguiram concluir a obra em apenas cinco meses, graças ao software. Usar o Tekla economizou tempo para a Polysius, pois eles calculam que, com o método 2D tradicional, precisariam de 7 a 8 meses.

Segundo Quan, a Tekla se destacou especialmente em três aspectos:produção de desenhos de projeto civis e estruturaisprodução de listas de quantidades corretas e, o mais importante, diminuiu o tempo e a mão-de-obra necessários para o trabalho de projeto.

"A Tekla oferece qualidade e economia de tempo e custos,” afirmou Quan. “Na área de projeto, a Tekla acelerou muito o nosso trabalho.”

Comunicação aprimorada.

Graças à função multiusuário do Tekla, a equipe de projeto conseguiu trabalhar em paralelo para construir o modelo 3D da usina. Posteriormente, os desenhos detalhados e as listas de quantidades foram gerados com agilidade diretamente pelo modelo.

Além disso, a Tekla foi eficiente em lidar com mudanças, o que é importante, em geral, pois todos os projetos da Polysius envolvem pedidos de modificações dos clientes. Com o Tekla Structures, os desenhos e as listas de quantidades foram atualizados corretamente assim que o modelo foi revisado.

Outra vantagem é que os modelos ficaram mais fáceis de entender, o que facilitou a comunicação entre as partes do projeto.

A comunicação por modelos tornou as coisas muito eficientes,” afirmou Quan. “Todos, dos clientes aos vários departamentos e empreiteiros, podiam ver do que estávamos falando.

Menos desenhos

O uso de modelos significou que a equipe precisou produzir e distribuir menos desenhos. Isso é importante porque uma usina de cimento completa pode exigir até 10 mil desenhos e cada desenho precisaria ser verificado e aprovado antes de ser enviado a todos da equipe.

Ofertas melhores com cálculos de quantidades

Além de usar a Tekla para o projeto estrutural, a Polysius Vietnam também a considerou útil para realizar cálculos de quantidades. Agora, a empresa pode preparar ofertas de maneira rápida e competitiva.

De acordo com Quan, a Tekla permite à empresa gerar listas de quantidades com precisão, mesmo em estruturas muito complicadas com as quais os métodos de cálculo tradicionais têm dificuldade de lidar. O software também é útil para controlar "estouros" de orçamento causados por modificações no projeto e o Tekla permite uma revisão rápida e fácil de conceitos arquitetônicos e estruturais.

Na Tabuk, a equipe da Polysius usou o Tekla para calcular as quantidades de materiais e enviou as listas de quantidades à empreiteira no canteiro, que a usou para encomendar o concreto.

A Tekla reduz o tempo e a mão-de-obra necessários para calcular as quantidades e nos permite apresentar ofertas de maneira rápida, precisa e competitiva” Afirmou Quan. 

 

O que a Polysius faz?

A ThyssenKrupp Polysius AG é uma empresa alemã de engenharia, especializada em máquinas e usinas para a fabricação de cimento e processamento de minério. Através de sua subsidiária vietnamita, a ThyssenKrupp Polysius está, agora, usando o BIM da Tekla para projetar usinas de cimento em todo o mundo.

A empresa oferece elaboração de projetos, engenharia e concepção, transporte, montagem em campo e comissionamento, além de atividades abrangentes de serviço para linhas completas de produção, produtos individuais, conversões de plantas e atualizações.

ThyssenKrupp logo
Polysius Vietnam
Polysius Vietnam
Polysius Vietnam
Polysius Vietnam
Polysius Vietnam